domingo, 5 de fevereiro de 2012

Qualé a tua?


Lembrei de algumas de minhas vivências com a fotografia. Algumas boas, outras ruins, mas todas legais. Na BR 343, entre Altos e Campo Maior, existe um galpão onde mora algumas famílias em situação total de necessidade. Sempre que passava por lá, via que ali poderia ser feito algum trabalho documental com aquele povo. Muitas famílias morando há algum tempo. Nunca tinha parado pra ver, mas em julho de 2011, indo a Castelo do Piauí, decidi parar o carro e ter um primeiro contato com essas famílias. Luana ficou no carro me esperando. Eu só queria sentir o clima, e já me apresentar. De mochila, me aproximei de algumas pessoas. Fui direto a um homem, de aproximadamente 35 anos, falei, falei, falei, me apresentei e ele ficou bem sério, calado e me olhando não muito receptivo. Então ja quis me sair e comecei a falar meus objetivos, e ele só agarrou meus braços e disse:
-Qualé a tua? Qualé a tua rapaz? Pode me dar essa mochila ai e deixe tudo que está contigo aqui comigo agora!
O sotaque bem nordestino e pesado, me assustou e fiquei parado, sem saber o que fazer e sem falar e nem agir. Na mesma hora, veio umas senhoras e várias crianças me rodearam e pediram pra que ele me soltasse, e nada desse homem me soltar. Tenso. Veio um rapaz novo lá de dentro de um dos cômodos improvisados, já gritando:
-Solta o rapaz, ele é do bem e blá, blá, blá...
Me soltou sem querer. Muito nervoso, eu, fui saindo e esse rapaz me explicando a tal maneira que ele agiu, dizendo está bêbado e drogado, pelo motivo de ter perdido o pai a alguns dias atrás.
Sai, com planos de voltar algum dia, mas acompanhado de algum outro fotógrafo, pra realizar um trabalho legal e mais seguro.

Um comentário:

  1. Esse pavilhão abandonado é um elefante branco da política de Altos. Foi construído para ser a nova rodoviária municipal. Eu era criança quando as obras começaram e até hoje é apenas o descaso que mora lá....

    bjo

    ResponderExcluir