sexta-feira, 4 de março de 2011

Pra quando ficar velhinho


Sexta-feira de carnaval, e eu aqui. Tentei tuitar isso e não deu certo. Bem, o certo é que comecei a ler uma revista e veio a vontade de escrever. Isso é de momento, vai e volta. Hoje as coisas acontecem muito rápidas. Tudo tem um início inesperado e logo passa, termina e já vem outras coisas. No trabalho está assim, aparece uma foto legal pra fazer, um trabalho lindo de se executar, mas logo passa e já tem outro na fila. O pic que tenho hoje em dia de estar sempre nessa correria, sempre atrás de aprendizado, de coisas novas, um dia passa. Acho massa ver um casal de velhinhos e imaginar como eles eram no passado, no dia-a-dia, nas festas, haha.
Eu imaginei isso enquanto fazia umas fotos com uma artista plástica, já idosa, aqui em Teresina, e então seu marido estava lhe esperando pra sair com ela e ir fazer o supermercado. Fiquei observando aquilo e pensei o quanto as coisas mudam (ou não) quando se alcança aquela idade. Será como vou ser com a Luana daqui uns 50 anos? Feliz eu sei que sim, mas diz ai outro adjetivo...

xilogravura feita por mim


Planos para nossa casa, nomes de filhos, decorações futuras, com as xilogravuras todas na sala, fotos espalhadas, livros e discos, ritmo de vida e muitas outras coisas já estão acertadas para o nosso futuro. Um dia quem sabe, eu já bem velhinho, com minha Lu do lado, filhos, netos e com meu Ipad ultrapassado, venho aqui no blog e releio tudo isso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário